Visit the MDN site

Prefeitura lança programa de inseminação artificial

spot_imgspot_img

Leia também

COMPATRILHAR

O município de Frutal lançou mais um projeto inédito e inovador voltado para o pequeno produtor o PIAF (Programa de Inseminação Artificial de Frutal). O objetivo é disponibilizar aos produtores de leite acesso à inseminação artificial, possibilitando a eles o melhoramento genético do rebanho, assegurando maior produtividade e maior renda ao produtor e à sua família.

O pequeno produtor que tiver interesse em receber essas doses de sêmen para inseminar o rebanho deve procurar a Secretaria do Produtor Rural, que fica localizada na Avenida JK nº 1169, para agendar uma visita a propriedade rural. “Membros da Secretaria e da Emater irão trabalhar em conjunto para ver qual é a realidade da propriedade e do rebanho e verificar a viabilidade dos animais receberem essas doses”, explica o secretário Carlos Humberto Ferreira Júnior.

Segundo Luis Guilherme Brunhara Postali, engenheiro da Emater em Frutal, não é todo animal que está apto para receber a inseminação artificial. “O animal tem que ter um score corporal adequado, não pode estar muito magro, nem muito gordo, mas pode ser de qualquer raça”, esclarece o servidor da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais.

O veterinário ainda ressalta que os materiais genéticos que serão utilizados nas inseminações são de touros reprodutores testados e que, provavelmente, potencializarão a produção leiteira do rebanho do produtor contemplado pelo PIAF.

Luis Guilherme enfatiza ainda que ser for mal feita ou por uma pessoa que não tenha o conhecimento técnico necessário, a inseminação artificial pode causar lesões nos animais. “Mas nós iremos ter todo o cuidado, iremos acompanhar passo a passo, ver se pegou a cria como dizem popularmente, com uma equipe formada por veterinários capacitados que irão fazer visitas periódicas a propriedade do pecuarista”.

Mas, afinal, quais produtores poderão participar do PIAF (Programa de Inseminação Artificial de Frutal). “Todos aqueles pecuaristas que se enquadram como pequenos produtores, a definição agricultora familiar que ele tenha até 120 hectares de terra e a renda bruta não ultrapasse os 500 mil reais”, esclarece o secretário Carlos Humberto.

Para executar o programa, a Prefeitura recebeu o material genético e todos os materiais necessários para realizar a inseminação nos animais, além disso o município também receberá uma motocicleta que será utilizada pelos servidores municipais para se deslocaram até as propriedades rurais.

Nessa primeira remessa, serão mais de 300 aplicações, já na próxima remessa, prevista para setembro, serão mais 600 doses, destinadas pelo Programa Mais Pecuária Brasil, da CONAFER. “Gostaria de agradecer ao Deputado Estadual Bosco pelo apoio e também deixar as portas da Secretaria abertas para todos que tenham interesse em conhecer o PIAF”, finaliza o secretário do produtor rural.

 

spot_imgspot_img