Visit the MDN site

Mais de 70 toneladas de pneus de borracharias são recolhidas este ano em Frutal

Data:

Compartilhe:

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Núcleo de Controle de Endemias, tem buscado todas as alternativas possíveis na tentativa de combater e diminuir cada vez mais os casos de dengue no município.

Os números mais recentes comprovam que as ações em Frutal têm dado certo. Tanto é que segundo dados da Vigilância Epidemiológica, os casos notificados e positivos da doença caíram de forma significativa nos últimos dois meses.

Além disso, o LIRAa – Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti realizado este mês atingiu 0,96% de infestação do mosquito, ou seja, o mais baixo na história de Frutal registrado até hoje.

Segundo o coordenador do Núcleo de controle de Endemias, Jovino Adriano, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h às 16h30, os agentes de endemias recebem pneus, câmaras de ar e manchões de borracharias, bicicletarias, oficinas de motos e afins.

Esta semana, a carreta vinda de Uberaba recolheu 09 toneladas do material que foi encaminhado para Uberaba, onde é triturado e utilizado como mistura de massa asfáltica. Mas somente de janeiro a junho deste ano, já foram recolhidas mais de 70 toneladas do material.

Ainda conforme lembra Jovino Adriano, desde que os agentes de endemias passaram a receber os pneus no barracão localizado na Rua Antônio Alves Silva Jr., nº 311, bairro Progresso, de frente ao pátio do Detran, tal medida tem refletido de forma positiva no combate ao mosquito da dengue. “O pneu é o maior criadouro do mosquito, é onde mais se encontra foco do Aedes e ter os proprietários de borracharias fazendo a sua parte tem ajudado bastante na redução dos casos de dengue na nossa cidade”, reconhece o coordenador.

Núcleo de Mídia
Núcleo de Mídiahttp://www.portaldefrutal.com.br
Portal de Frutal é um jornal digital, e sempre se declara contra qualquer tipo de preconceito ou discriminação! Tenha uma boa leitura.

━ veja também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui