Visit the MDN site
InícioDia a DiaA história do "Gigante"; resgatado de maus tratos, reabilitado, adotado e abandonado

A história do “Gigante”; resgatado de maus tratos, reabilitado, adotado e abandonado

No Centro de Controle de Zoonoses, o animal, muito combalido, foi tratado e teve doenças e feridas curadas. Salvo estava, afinal.

- Publicidade -spot_imgspot_img

O chefe do Departamento de Proteção Animal, Marlon Bardaiul, foi à Delegacia de Polícia Civil no início da tarde dessa quarta-feira (13), para registrar um absurdo.

Tudo começou há alguns meses quando o departamento resgatou um cachorro que estava à beira da morte devido aos maus tratos que sofria.

No Centro de Controle de Zoonoses, o animal, muito combalido, foi tratado e teve doenças e feridas curadas. Salvo estava, afinal.

A história desse cão repercutiu na cidade e suas imagens viralizaram que mostravam como ele foi resgatado e tratado.

A vida desse animal continuava a mudar para melhor após ser resgatado do que poderia, em dias, ser sua morte – justamente pela forma em que estava. Ele passou por todo um processo de reabilitação, com medicamentos específicos.

Já saudável, o Centro de Controle de Zoonoses recebeu a visita de um homem que, naquele momento, estava disposto a adotar um animal de estimação e mudar a vida dele para sempre. Viu, nesse cachorro, o animal que queria para conviver.

Já dá para imaginar o olhar do cãozinho notando que teria uma vida melhor daquela que vivera até o resgate. Todo o processo de adoção foi feito pelo Departamento de Proteção Animal, com castração e chipagem. Pronto, era a hora de mudar de vida.

Adotado, ele foi levado do local onde reencontrou a vontade de viver. Aos amigos do departamento, ficou a gratidão de ser, finalmente, bem tratado.

Mas, como a vida não é um conto de fadas ou de filme em que o final termina como se sonha, esse cãozinho teve uma surpresa nada agradável. Foi novamente abandonado. Imagina-se aí os traumas psicológicos que voltaram a atormenta-lo novamente?

Ouça o chefe do Departamento de Proteção

Marlon Bardauil, que há décadas trabalha com bem-estar animal, relatou que esse cão vive um drama atrás do outro. “Nós o resgatamos em situação de maus tratos, há uns seis meses, e conseguimos reabilita-lo”.

Ele informa ainda que na semana passada “um senhor esteve aqui, viu o animal, achou muito bonito, e quis adota-lo. Nós, então, realizamos todo o procedimento e ele fez a adoção”.

Mas a surpresa de todos os integrantes do departamento, aproximadamente três dias após ser levado, ele foi abandonado.

“Ele (senhor que adotou) abandonou ele na rua. Nós fomos avisados, buscamos o animal, identificamos através do chip implantado que era esse animal que estava aqui com a gente, e ficamos muito indignados com essa situação”.

O coordenador do órgão disse ainda que, diante da situação, resolveu denunciar esse cidadão a Polícia Civil “para as ações cabíveis. Isso é muito triste e lamentável”.

- Advertisement -spot_img
Núcleo de Mídia
Núcleo de Mídiahttp://www.portaldefrutal.com.br
Portal de Frutal é um jornal digital, e sempre se declara contra qualquer tipo de preconceito ou discriminação! Tenha uma boa leitura.
- Publicidade -spot_img

Fique conectado

4,400FãsCurtir
1,393SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Você deve ler

- Publicidade -spot_imgspot_img

Mais notícias

- Publicidade-spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui