Visit the MDN site

A VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA

-

Vamos refletir um pouco sobre a violência contra as pessoas idosas?

Precisamos compreender o que é violência contra a pessoa idosa. Para a Organização Mundial de Saúde, “a violência contra a pessoa idosa consiste em ações ou omissões cometidas uma vez ou muitas vezes, prejudicando a integridade física e emocional da pessoa idosa, impedindo o desempenho de seu papel social”.

A violência atinge de forma significativa a saúde e os direitos humanos de milhões de idosos no mundo e em nossa país, nosso estado de Minas Gerais e em Frutal não é diferente e que merece a atenção da comunidade.

No Brasil, até pouco tempo, esse grave problema social que atinge as pessoas dosas estava oculto, não tínhamos mecanismos de defesa e proteção, e era considerado um assunto privado de família. A violência contra nossos idosos ainda é um tabu, e ignorado pelos brasileiros. No entanto, ressaltamos que o abuso das pessoas idosas é um enorme problema de saúde pública e social em pleno século XXI.

Vale ressaltar que a violência contra as pessoas idosas ocorre tanto nos países em desenvolvimento e em países desenvolvidos. O que acontece que essa violência é subnotificada, não temos uma quantidade exata de quantas pessoas idosas são vítimas de violência. Para podermos ter uma noção da dimensão só no primeiro semestre de 2021, o Disque 100 registrou mais de 33,6 mil casos de violações de contra a pessoa idosa no Brasil esse número é muito maior.

Nesse sentido, os setores de atenção saúde primária (as Unidades Básicas de Saúde) e de assistência social (os Centros de Referência de Assistência Social – CRAS) precisam estar bem equipados para poder identificar e lidar com a violência contra as pessoas idosas, caso contrário, o abuso continuará sendo subnotificado e ignorado pelas equipes profissionais.

Quais são os tipos de violência? Os tipos de violências mais comuns é a negligência, quando os responsáveis pela pessoa idosa deixam de oferecer cuidados básicos, tão caros a dignidade humana como higiene, saúde, medicamentos, proteção contra frio ou calor, alimentação.

Em seguida vem o abandono, considerado uma forma extrema de negligência. Essa forma de violência acontece quando há ausência ou omissão dos familiares ou responsáveis, governamentais ou institucionais, de prestarem socorro a uma pessoa idosa que necessita ou que precisa de proteção destes órgãos responsáveis em proteger essa parcelada população.

Temos ainda, a violência física, aquela que é empregado ouso da força para obrigar as pessoas idosas a fazerem o que não almejam, ferindo, provocando dor, sua incapacidade ou até mesmo a morte do idoso.

Outra violência praticada contra as pessoas idosas é a sexual. Essa violência ocorre quando a pessoa idosa é incluída em atos ou jogos sexuais homo ou heterorrelacional, com a finalidade de obter excitação, relação sexual ou práticas eróticas por meio de aliciamento, violência física ou ameaças.

Não podemos excluir uma das violências mais aguda.  A psicológica ou emocional, é aquela que prejudica a autoestima ou o bem-estar da pessoa idosa, está incluído no rol, os xingamentos, sustos, constrangimento, destruição de propriedade ou impedimento de que vejam seus amigos, vizinhos e familiares, com a finalidade de esconder a vítima para que a mesma não os denuncie.

E por fim, temos a violência financeira ou material, que é a exploração imprópria ou ilegal das pessoas idosas ou o uso não consentido de seus recursos financeiros e patrimoniais, aqui entra também os empréstimos consignados que são realizados em no das vítimas.

Onde qualquer cidadão pode procurar orientação ou denunciar os casos de violência contra as pessoas idosas?

Nas Unidades Básicas de Saúde, hospitais;

Nas delegacias de polícia;

Na polícia militar;

Nos CRAS;

No CREAS

No disque 100 – Direitos Humanos;
No Conselho Municipal dos direitos da pessoa idosa.

Você conhece alguma pessoa idosa que está sofrendo violência?

 

Não esqueça: o Art. 3o diz que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária. Você também é responsável pelas pessoas idosas da nossa cidade, do estado de MG e do Brasil.

Até a próxima semana!

 

Wandeley Pedrosa
Wandeley Pedrosahttp://www.portaldefrutal.com.br
Assistente Social do CREAS Doutor e mestre em Serviço Social Membro efetivo das academia Frutalense de Letras - AFL Membro efetivo da Academia Frutalense de Artes -AFA Wanderleypedrosa@yahoo.com.br