Visit the MDN site

Gestões deixaram mais uma dívida de R$29 milhões que terá que ser paga

A Prefeitura de Frutal realizava repasses financeiros à essa entidade através de subvenção para prestação de serviços médicos hospitalares, por meio de investimentos e custeios, visando à garantia da atenção integral à saúde dos munícipes.

on

As gestões anteriores têm deixado dívidas quase impagáveis para os cofres públicos de Frutal. Agora, o Município foi condenado a pagar R$29 milhões ao INSS.

Esse montante é em virtude do não recolhimento ao INSS das contribuições previdenciárias vencidas por parte da extinta Sociedade Amigos do Hospital São Francisco de Assis que, na época, realizava a contratação de médicos, enfermeiros e colaboradores para o Hospital Frei Gabriel.

A sociedade deixou de pagar INSS no período de dezembro de 2009 a dezembro de 2013, tendo como presidentes o ex-prefeito Luiz Antônio Campos Borges – Zanto -, (nessa época da gestão de Zanto, a prefeita da cidade era a Maria Cecília Marchi Borges -Ciça-, e Marília Gonçalves Martins (Nessa época o prefeito era Mauri José Alves).

Nesse tempo, pelo que consta, a Sociedade não informava a prefeitura a respeito desse problema do não recolhimento do INSS. Por outro lado, tanto as gestões dos ex-prefeitos Ciça e Mauri, não questionavam se estava havendo ou não o recolhimento dos tributos, o que pode ser caracterizado como omissão nessa situação.

No ano de 2015 houve apuração de irregularidades e cobrança de multa por descumprimento, e a dívida aumentou ainda mais. Na época, o Município ajuizou ação afirmando também não ser responsável pela dívida. No entanto, fiscalização realizada pelo FISCO, “identificou que o sujeito passivo do lançamento, na condição de contribuinte é o Município de Frutal, por ter efetivamente contratado e remunerado os funcionários, por intermédio de interposta Sociedade Amigos do Hospital São Francisco de Assis – SAHSFA”.

Onde a prefeitura entra nessa história?

A Prefeitura de Frutal realizava repasses financeiros à essa entidade através de subvenção para prestação de serviços médicos hospitalares, por meio de investimentos e custeios, visando à garantia da atenção integral à saúde dos munícipes.

Ou seja, o Município fazia os repasses à sociedade que, por sua vez, não realizava o recolhimento das contribuições previdenciárias. Diante disso, a Justiça decidiu que o Município é parte do processo e a condenou a pagar o valor.

Pagamento da dívida

Não há outra forma de solucionar o problema a não ser o pagamento da dívida que já foi reconhecida pela justiça. Diante disso, a Prefeitura de Frutal enviou projeto à Câmara de Vereadores pedindo autorização legislativa para que o Município renegocie a dívida que, de acordo com a Portaria Nº 1308 de 15 de fevereiro de 2022, garante descontos da ordem de R$12 milhões. Ou seja, a Câmara aprovando essa renegociação, a dívida – de R$29 milhões -, ficará na casa de R$17 milhões, que deverá ser divida em 240 parcelas de R$72 mil. No entanto, a data para que essa adesão seja feita é até 30 de junho.

O não pagamento pode acarretar inúmeros e graves problemas para o cidadão. A cidade, por exemplo, pode figurar como negativada (mais uma vez) nos órgãos federais de inadimplência e deixar de receber recursos estaduais e federais, fundamentais para o avanço da cidade.

Câmara não vota o projeto

Uma reunião extraordinária aconteceu na tarde dessa sexta-feira (24) para que os vereadores analisassem o referido projeto. No entanto, mesmo com todas as explicações feitas por parte do prefeito Bruno Augusto, que usou a Tribuna Livre, os vereadores que compõe as Comissões Permanentes da Casa, se negaram a dar parecer ao projeto, protelando ainda mais o problema que já se arrasta por anos, causando prejuízo aos cofres públicos.

O prefeito Bruno Augusto explicou que essa renegociação somente foi possível, agora, pois todos meios jurídicos se esgotaram. “Uma vez que o processo judicial que condenou a prefeitura a pagar a dívida transitou em julgado nesse ano de 2022”.

Núcleo de Mídia
Núcleo de Mídiahttp://www.portaldefrutal.com.br
Portal de Frutal é um jornal digital, e sempre se declara contra qualquer tipo de preconceito ou discriminação! Tenha uma boa leitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Portal de Frutal é um jornal digital, e sempre se declara contra qualquer tipo de preconceito ou discriminação! Tenha uma boa leitura.
4,000FãsCurtir
1,395SeguidoresSeguir
349InscritosInscrever

Leia também

Homem é condenado a 14 anos de prisão por homicídio em...

0
O autor do homicídio de Alan Roberto Santos Barbosa em 15 de fevereiro do ano passado no município de Planura, foi condenado há 14...
Publicidadespot_imgspot_img