A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) investiga o primeiro caso suspeito de varíola dos macacos (monkeypox) notificado dentro do estado. O paciente, que residia em Uberlândia e trabalhava na cidade vizinha Araguari, estava internado no hospital UMC e morreu no último sábado (11).

De acordo com informações repassadas pela SES/MG, entre os contatos próximos da vítima, ainda não há nenhum outro caso sintomático. Para o diagnóstico laboratorial, a SES-MG orientou que fosse coletada a amostra para a análise pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). Todos os dados clínicos também serão avaliados pela equipe técnica da Secretaria Estadual e do Ministério da Saúde para classificação e encerramento do caso.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) Uberlândia e as secretarias municipais de Saúde de Araguari e Uberlândia estão investigando o caso e monitorando os contatos próximos. Segundo a SES/MG, não serão detalhados mais dados a fim de preservar a privacidade e individualidade do paciente, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP).

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Araguari informou que ainda não existe nenhuma confirmação sobre o motivo da morte e que o Município irá se pronunciar somente após o resultado dos exames laboratoriais. A Secretaria esclareceu ainda que os profissionais de saúde foram orientados sobre possível atendimento de pacientes com sintomas que se assemelham aos mesmos desse tipo de doença.

A produção do Diário entrou em contato com a Prefeitura de Uberlândia e com o Uberlândia Medical Center (UMC) e aguarda retorno.

Visit the MDN site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui