O trabalho desenvolvido pela equipe da Secretaria de Saúde está sendo intensificado depois que numa cidade vizinha foi encontrado um macaco morto na zona rural que testou positivo para a febre amarela.

Conforme explica a coordenadora da Vigilância em Saúde, Graziela Calixto, a febre amarela, por ser uma doença grave, transmissível na zona urbana através do mosquito Aedes Aegypti, esta semana agentes de saúde das Unidades referenciadas dos bairros estão batendo de porta em porta, conferindo o cartão de vacina e aplicando a dose nas pessoas ainda não imunizadas.

Graziela Calixto solicita às pessoas que colaborem com este momento abrindo a porta da residência facilitando assim o trabalho das profissionais. Ela garante que em relação à abordagem não há risco para o morador porque a maioria já conhece o rosto das agentes que atuam no bairro. “No entanto, se o morador suspeitar de algo estranho, que não é a profissional que ele está acostumado, peço que ligue imediatamente e informe a situação à Unidade”, orienta.

Em relação à zona rural, segundo a responsável, a enfermeira Kamila Faissal, a vacinação vai iniciar na próxima segunda-feira, dia 06, das 8h às 12h.

De acordo com o cronograma já definido: na segunda será na Boa Esperança, na quarta-feira, será na Vila Barroso, na quinta no povoado do Garimpo do Bandeira e na sexta-feira, Pradolândia. “Os moradores que não puderem se locomover ou acamados, a profissional irá até à residência conferir o cartão e fazer a vacina”, informa.

Podem ser vacinados contra a febre amarela pessoas de 05 a 59 anos que não tomaram nenhuma dose do imunizante.

Visit the MDN site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui